Logótipo

O emblema ou logótipo da Escola Gil Vicente é o mesmo que foi criado para o Liceu Nacional de Gil Vicente, numa data não determinada, mas certamente anterior aos anos 50 do século XX. Inserido numa mandorla (figura amendoada que tradicionalmente envolvia imagens sagradas) está um livro aberto colocado num suporte cuja base é uma lamparina acesa estilizada. Ao longo dos contornos internos da mandorla encontra-se o lema ou divisa da instituição: «Entendey minha verdade», citação da Farsa da Lusitânia (ou Auto da Lusitânia), obra do patrono. No contorno inferior, lê-se «Liceu» ou «Escola Gil Vicente».

A simplicidade gráfica serve um propósito interpretativo óbvio: o livro como fonte do saber, aberto, porque nada esconde a quem o procure, iluminado e iluminador, revelador da verdade a que o mote faz referência.

A designação da escola é pois ilustrada de forma simbólica – este nome significa conhecimento e revelação, com um sentido: a compreensão da(s) verdade(s) do mundo.